Aranhas

Sua picada é venenosa e extremamente dolorosa.

A aranha é um animal que aparece bastante no cinema. 

Existem muitos filmes que mostram aranhas gigantes perseguindo os humanos, e quem não conhece a história do garoto que se tornou um super-herói depois de ser picado por uma?

Mesmo não fazendo transformações ou causando tanto terror quanto o cinema mostra, se você for picado por uma, dificilmente vai esquecer.

Atualmente, são conhecidas cerca de 40 mil espécies de aranhas. Todas têm o corpo sustentado e protegido por uma carapaça externa, composta por uma substância chamada quitina. Essa proteção evita que o animal perca água, permitindo-o sobreviver em ambientes variados.

De desertos a florestas úmidas, desde buracos e frestas no solo até as copas de árvores, de ecossistemas totalmente preservados até grandes metrópoles, as aranhas são encontradas nos mais diversos ambientes, e em grande quantidade, podem se tornar pragas urbanas.

Uma infestação de aranhas, além de indicar algum desequilíbrio ambiental, demonstra um verdadeiro risco à saúde. Os efeitos da picada deste animal diferem de acordo com cada espécie, mas podem ser simples, como vermelhidão e inchaço, ou mais graves, como choque anafilático, diminuição da pressão e até mesmo a morte.

Para eliminar os riscos que as aranhas oferecem a saúde humana, é indispensável a contratação de uma empresa especializada no controle de pragas. Um ambiente limpo e protegido é garantia de saúde e bem-estar em sua residência ou empresa. Fale com quem entende, entre em contato com a KLIN e solicite um orçamento!

Espécies mais comuns no Brasil

Aranha de Jardim (Araneus diadematus)

Popularmente conhecida como aranha-de-grama ou aranha-lobo, essas aranhas têm porte pequeno, podendo medir até cinco centímetros.

São aranhas territorialistas, não vivem juntas, apenas quando estão em período reprodutivo. Por levantar as patas quando se sentem intimidadas, muitas vezes são confundidas com as aranhas armadeiras, que têm este mesmo método de defesa.

A pessoa que tem o hábito de cuidar de jardins, hortas e lugares próximos de rios pode facilmente encontrar a aranha-jardim. Sua picada, apesar de causar inchaço, vermelhidão e deixar a região dolorida, não é perigosa para a saúde humana.

 

Aranha Armadeira (Phoneutria)

A Aranha Armadeira tem um veneno com ação neurotóxica extremamente forte, que pode causar salivação, náuseas, diminuição da pressão sanguínea e vômitos. Tratando-se de crianças e pessoas de idade, sua picada pode ser fatal.

Esta espécie é dada como a mais agressiva do mundo. Costuma viver em locais onde existem bananeiras, lenhas, telhas e tijolos empilhados e terrenos baldios. 

Viúva-negra-americana (Latrodectus)

Seu nome popular deve-se ao seu comportamento de alimentar-se do macho após a cópula. Mais comum na região Nordeste do Brasil, normalmente ocorrem acidentes quando as aranhas (fêmeas) são comprimidas contra o corpo.

Os sintomas resultantes de uma picada da viúva-negra são sudorese, taquicardia, hipertensão, contrações musculares e, em casos graves, choque anafilático. Esta espécie habita em parques, jardins, gramados e plantações, podendo ocultar-se nas residências. 

*Imagens meramente ilustrativas

Curiosidades

Como as teias são formadas?

A aranha tem, na extremidade de sua “bunda”, a fiandeira, glândula que produz uma substância que, ao ser expelida e entrar em contato com o ar, transforma-se em fio de seda. São estes fios que a aranha, geralmente a fêmea, utiliza para tecer suas teias, que em sua maioria serve como rede de captura de insetos, que são seu principal alimento

A maior teia de aranha do mundo

No ano de 2010 foram descobertas as maiores teias de aranha do mundo: localizadas na ilha de Madagascar, uma única teia pode chegar a cobrir um rio de 25 metros de largura!

Mas, não pense que a responsável por tecer esta teia é alguma aranha gigante: a fêmea da espécie caerostris dawini mede cerca de 1,5 centímetro e pesa, em média, meio grama – enquanto os machos têm um décimo do tamanho.

Então, como toda essa teia é tecida? A fêmea solta uma linha de uma margem do rio e as correntes de ar a levam para a outra margem, formando uma ponte. No centro da ponte, a aranha constrói uma teia esférica que pode chegar a três metros de diâmetro.

Oito olhos para enxergar?

A maioria das aranhas possui quatro pares de olhos, e dois destes possuem o tapetum, uma substância que permite que tenham visão noturna. Ainda assim, poucas utilizam a visão como orientação principal, dependendo dos outros sentidos para capturar suas presas. Para isto, as aranhas têm um sistema sensorial bastante desenvolvido, com órgãos sensíveis a estímulos químicos e estímulos físicos (principalmente vibrações).

Para obter o sucesso no controle de aranhas no ambiente é necessário o uso de produtos adequados e a escolha de profissionais competentes e especializados no controle de pragas. Entre em contato conosco e faça um orçamento para sua casa ou empresa.

Manutenção e Prevenção

Para manter seu ambiente limpo e seguro, é essencial contactar uma empresa especializada no controle de pragas. Entre em contato com a KLIN e solicite seu orçamento!