Baratas

Quais os riscos e problemas que as baratas podem causar?

São pragas urbanas transmissoras de doenças como salmoneloses, micoses, giardíase, diarreias, gastroenterite entre outros. Além disso são vetores que transportam microrganismos disseminadores de patologias como bactérias, vírus e fungos que podem se alojar na praga contaminando os alimentos. Também, as suas fezes e secreções podem causar alergias e outras doenças desconfortáveis.

Como é feito o tratamento para o controle de baratas?

O controle é executado através da pulverização de inseticidas líquidos e em pó em áreas externas e internas como rede de esgoto e caixas de gorduras, ralos, embaixo de pias, rodapés, e iscagem com inseticidas em gel em locais onde não há possibilidade da utilização de produtos líquidos como motores de eletrodomésticos, armários e gaveteiros, balcões, pias, caixas de tomadas, mesas, e em ambientes como hospitais, berçários ou com pessoas alérgicas e crianças no local.

Nós possuímos uma equipe especializada, com equipamentos e produtos de alta qualidade e de última geração, de acordo com as diretrizes do Ministério da saúde e a ANVISA para fazer o controle de baratas. 

Um procedimento bem feito pode garantir uma solução a longo prazo e reduzir o risco de uma nova infestação.

Curiosidades:

Quais são as baratas mais encontradas nas áreas urbanas?

Existem cerca de quatro mil espécies de baratas, mas as mais comuns, encontradas em áreas urbanas são duas: Blatella Germânica, mais conhecida como Francesinha ou Alemazinha e a Periplaneta Americana ou Barata de Esgoto.

As francesinhas são encontradas em fendas e frestas, motores de eletrônicos, armários, embalagens, forros, vive em média 5 meses, põe ovos em média 5 a 7 vezes ao longo de sua vida e coloca de 30 a 40 ovos por vez. 

As baratas de esgoto são encontradas em rede de esgotos, caixas de gorduras, fendas, frestas, ralos, tubulações, vive de 2 à 3 anos, põe ovos de 10 à 20 vezes e coloca de 12 a 20 ovos em cada ooteca. São excelentes voadoras.

*Imagens meramente ilustrativas

O que as baratas comem?

São onívoras e se  alimentam de substâncias animais e vegetais. Possuem preferência por alimentos doces, gordurosos ou de origem animal. Elas também podem praticar o canibalismo, ou seja, alimentam-se de outras baratas da sua própria espécie, caso haja pouco alimento ou uma grande população.

Normalmente elas buscam por comida no período da noite.

As baratas possuem hábitos noturnos.

Suas atividades aumentam no período da noite, pois são insetos de hábitos noturnos. Elas gostam de ambientes quentes e úmidos e podem ser encontradas nas redes de esgoto, fossas, caixas de gordura, frestas, motores elétricos, atrás de pia, armários entre outros.

Vale salientar que o seu aparecimento no período diurno, pode indicar uma alta infestação ou alguma situação de stress no habitat do animal, como falta de água ou alimento, predadores ou até mesmo o uso de inseticidas. É muito importante deixar todos os alimentos bem guardados e o ambiente limpo para evitar o aparecimento desta praga a noite.

 

Manutenção e Prevenção

Para manter o controle e evitar infestações, é necessário que seja feita uma manutenção para a preservação do ambiente, prevenindo que as baratas não voltem. São elas:

  • Manter o ambiente sempre limpo;
  • Manter os alimentos bem guardados e vedados;
  • Os sacos de lixos devem estar fechados;
  • Proteja os ralos, utilize o tipo “abre e fecha”;
  • Descarte de objetos não utilizados em casa ou no trabalho;
  • Vedar frestas com silicone ou cimento;
  • Feche bem as torneiras;
  • Executar o controle químico regularmente.

Com todos esses cuidados, é importante fazer um controle periódico do seu ambiente. Fale agora mesmo com um dos nossos colaboradores e tire todas as suas dúvidas. Temos uma equipe qualificada para garantir um atendimento de excelência e eficácia no controle de baratas.