Formigas

As formigas são insetos pequenos que parecem ser inofensivos, mas a verdade é que algumas espécies podem transmitir doenças e são consideradas pragas urbanas.

A presença delas no ambiente representa um sério problema, já que podem carregar microrganismos como fungos, vírus e bactérias em seu corpo, podendo provocar em nós diarreia, disenteria, cólera, entre outras doenças.

Somos líder em controles de pragas e estamos à sua disposição para oferecer os nossos serviços com qualidade e solucionar qualquer problema com eficiência.

As formigas possuem uma alta capacidade de organização e divisões de trabalho bem definidas dentro de uma colônia, como reprodução, defesa da colônia, cuidados com a prole e alimentação.

Em uma colônia são encontradas as formigas:

Rainha: Fêmea cuja única função é a reprodução. Uma colônia pode ter uma só rainha (monoginia) ou mais de uma rainha funcional (poliginia).

Operárias: Estéreis e não possuem asas, são responsáveis pela manutenção da colônia, cuidados com a rainha e as larvas, limpeza, busca de alimentos e defesa.

Aladas: Possuem asas e sua função é de reprodução para a formação de um novo formigueiro.

*Imagens meramente ilustrativas

Curiosidades:

O que as formigas comem?

As formigas possuem hábito alimentar variado. A maioria é onívora, se alimentando de substâncias animais ou vegetais. Algumas espécies têm preferência por substâncias açucaradas e outras são carnívoras alimentando-se de outros insetos.

As formigas conhecidas como cortadeiras cultivam um fungo no interior da colônia para sua alimentação.

Um hábito muito importante na alimentação das formigas é a trofalaxia, a transferência de conteúdo alimentar líquido ou água entre operárias até a larva e rainha e vice versa.

No controle de pragas, utilizamos esse hábito para que as iscas sólidas ou em gel sejam consumidas por muitas formigas até chegar na rainha, causando a contaminação da colônia.

Onde vivem?

As formigas urbanas são sociais e vivem em colônias, elas podem fazer o seu lar sob azulejos, pisos, batentes de portas, em cavidades de troncos de árvores e ou diretamente no solo.

Como se comunicam?

As formigas se comunicam através de feromônios e a medida que elas vão andando, deixam para trás um rastro dessa substância, formando trilhas que podem ser seguidas por outras formigas até chegar no alimento.

As formigas são insetos importantes para o meio ambiente.

Na natureza as formigas contribuem com a estabilidade do ambiente, participa da ciclagem de nutrientes, aeração do solo, dispersão de sementes e predam outros insetos controlando as populações naturalmente.

Em uma colônia são encontradas as formigas:

Antes de tudo é preciso fazer uma vistoria em todo o ambiente para identificar os locais de foco, onde os ninhos foram construídos, qual o tipo de formiga a ser controlada e a melhor

técnica para a execução do serviço. Para a melhor identificação de qual tratamento usar, separamos as formigas em dois grupos:

Formigas Urbanas:

Alimentam-se de pedaços de bolo, bolachas, doces, produtos armazenados, animais vivos ou mortos; Infestam as residências, empresas, indústrias de alimentos e hospitais, representando um grande risco à saúde pública, já que carregam consigo microorganismos causadores de doenças.

Os ninhos não se apresentam na superfície, consistem em um sistema de passagem localizados no solo, sob azulejos, batentes de portas, pisos e frestas na parede.

Formigas Cortadeiras:

Coletam as folhas que serão carregadas para dentro do ninho, servindo para o cultivo de fungos, principal alimento das formigas; Infestações ocorrem em jardins, subestações de companhia elétricas e áreas de cultivo de alimentos ocasionando perdas econômicas na agricultura. Os ninhos são construídos no solo, entre pedras de construção, no alto ou entre raízes de pomares, nos reflorestamentos, jardins.

Manutenção e Prevenção

Vale salientar que para um controle efetivo de formigas, apenas o tratamento químico não é suficiente. É importante que haja um cuidado e manutenção do ambiente para que as formigas não voltem. São elas:

Prevenir é sempre a melhor opção, solicite um orçamento.